Radiolife estuda produção de equipamento para diagnóstico de Covid-19 no Brasil

Radiolife estuda produção de equipamento para diagnóstico de Covid-19 no Brasil

Radiolife estuda produção de equipamento para diagnóstico de Covid-19 no Brasil

Nesta segunda-feira (28/12), o Comitê Científico e a Divisão de Engenharia da Radiolife discutiram a possibilidade de produzir nacionalmente o Cube Scan, quando autorizada sua comercialização. Essa solução está em fase final de desenvolvimento na empresa para diagnóstico de Covid-19.

O aparelho tem várias vantagens que permitiriam à empresa disponibilizar o teste em massa. A ideia surgiu a partir da alta demanda pelo equipamento no Brasil. “Ainda estamos avaliando a carga tributária e outros impostos envolvidos na fabricação”, declarou um dos proprietários da empresa, Sergio Schirmer.

A Radiolife é uma startup incorporada em Delaware, com presença também no Vale do Silício, onde realiza atividades de pesquisa e desenvolvimento. Portanto, após as devidas autorizações nas agências reguladoras, a solução chegaria ao Brasil por meio de importação/exportação.

Desde março de 2020, a Radiolife está trabalhando em uma solução para diagnóstico seguro e rápido da Covid-19. Em síntese, a decisão foi tomada após perceber a baixa taxa de acerto dos testes rápidos e a demora nos resultados dos outros tipos de exames. Baseada em tecnologia de radiofrequência, a solução apresenta resultado em 10 segundos. Além da rapidez, o processamento não exige o uso de reagentes.

Radiolife

Logo depois de declarada a pandemia, a Radiolife tomou uma decisão. A empresa voltou o setor de pesquisa e desenvolvimento para a criação de uma solução para diagnóstico do novo coronavírus. Agora, está buscando o registro do equipamento perante as autoridades competentes, como a Anvisa e a FDA (Food and Drug Administration).

A empresa tem foco na inovação e no desenvolvimento de tecnologias para aumento da longevidade humana. Ela já tinha soluções patenteadas para a área de saúde, como uma tecnologia para diagnóstico e tratamento de câncer.

Questions? Comments? Concerns? Contact us for more information. We’ll quickly get back to you with the information you need.

324

0
pt_BRPortuguese